Associação Cultural e Recreativa de Roriz - A.C.R.R.
Image Map
/ Serras

Monte do Facho, um tesouro natural

Facho, o archote ardente, símbolo da iluminação e da orientação dos nossos destinos. A montanha homónima assume-se como o centro nevrálgico do evento. Sendo esta elevação ladeada por cadeias orográficas menores, recheadas de beleza natural, o aglomerado populacional em redor denota o figurado cerâmico e a indústria a este associada.

Coroada por um dos mais emblemáticos santuários religiosos e naturais da região, o monte do Facho apresenta vestígios de ocupação pré-histórica, como é patente na sua citânia. O ícone de relevo é seu Cruzeiro, anexado à ermida de Nossa Senhora do Facho.

O penedo do Sino, tal como milhentos monólitos idênticos e característicos da região, possui o «dom» de, sob uma percussão no exterior, ecoar com um timbre de sino.

A Eira Comunitária, rochedo sobre o qual eram depositados os cereais com a finalidade do seu processo de secagem, foi utilizada pela população em geral.

A Citânia de Roriz também denominda de Eira dos Mouros, é um local de grande interesse turístico e arqueológico.

A Fonte Verde, uma escarpa rochosa, de onde brota um fio de água, cujos locais afirmam ser uma água de qualidade mineral comprovada.

O local presenteia os forasteiros com uma vasta panorâmica, abarcando a cidade dos Arcebispos, os vales do Neiva e do Cávado, as montanhas verdejantes entre o santuário do Sameiro e as extensas montanhas do Gerês, os picos do concelho e a linha vasta do oceano.

Monte de Lousado, trilhos por explorar…

Monte de Lousado, limítrofe às freguesias de Alheira e de Panque, no concelho de Barcelos. Formação rochosa, paralela ao rio Neiva, cujo curso de água nos proporciona autênticos deleites com as suas margens encantadas, pela interacção humana com a Natureza durante séculos. Vislumbra-se a realidade nos imensos conjuntos de pontes, azenhas e moinhos, além da vegetação circunjacente, emanando o seu potencial botânico.

Povoado do Lousado, mesmo perante inúmeros acervos bibliográficos, ainda não foi alvo de trabalhos arqueológicos. A maioria dos vestígios concentra-se no topo da montanha, onde se podem observar restos de muralhas, alicerces de construções habitacionais e outros vestígios de menor envergadura.

O monte do Lousado apresentar-se-à como uma das elevações com maior relevância em termos de beleza natural. Ao visitante, esperam-se novos trilhos, novas sensações e a liberdade que o Minho proporciona ao forasteiro: a simplicidade da parda natureza, os riachos cristalinos e o silêncio quebrado pelo cantos dos elementos irrequietos da avifauna!

As montanhas de Barcelos anseiam a sua visita!!


Get Widget